Adolescentes devem entrar mais tarde na escola, mostra estudo

Publicado em Notícias

jovensinsonia700

Vários estudos já sugeriram que atrasar o horário de entrada na escola melhora o sono e, consequentemente, o desempenho dos alunos durante a adolescência. Um deles, que acaba de ser publicado, contou com dados de 30 mil estudantes canadenses de 362 escolas de todas as partes do país.

Os pesquisadores, da Universidade McGill, compararam jovens que entram às 8h com os que começam entre 9h e 9h30 (sim, lá essa possibilidade já foi adotada por algumas escolas para os mais velhos). E a associação entre entrar mais tarde e ter uma boa qualidade de sono foi muito forte.

Adolescentes têm o ciclo circadiano, ou seja, o relógio biológico atrasado em cerca de duas ou três horas durante essa fase. Quando chegam ao ensino médio, é quase impossível, para eles, dormir antes das 11h da noite e acordar antes das 8h da manhã. Para cumprir os horários, eles têm que, literalmente, lutar contra o próprio corpo.

Os pesquisadores explicam que a privação crônica de sono não só prejudica o desempenho escolar dos jovens, como também os torna mais vulneráveis a problemas de comportamento, ansiedade e depressão.

No artigo com os resultados, publicado no Journal of Sleep Research, os autores admitem que mudar o horário de entrada nas escolas não é fácil, já que exige o envolvimento de diversos setores. Mas eles acreditam que o esforço beneficiaria muita gente.